Arquivo da tag: amor

Esperando

. Estava tudo pronto. No apartamento 302 do edifício Amélia, o rádio portátil tocava um CD do Barry White. Sobre um castiçal de ferro fundido em forma de galhos, havia duas velas acesas que iluminava, à meia-luz, a sala de … Continuar lendo

Publicado em Contos | Marcado com , , , , , | 1 Comentário

Regresso

. A vida Uma eterna contagem Regressiva Com você Reaprendi a amar Quero te encontrar E quando você partir Hei de pedir Quero amanhãs com gosto de ontem .

Publicado em Poesias | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário

Como de costume

. Para variar, Leandro perdeu a hora. Foi dormir tarde no dia anterior e sequer ouviu quando o despertador tocou às 6h00. Isso, de não acordar no horário, acontecia com certa frequência em sua vida. Todos os dias, Leandro acordava … Continuar lendo

Publicado em Crônicas | Marcado com , , , , , | 1 Comentário

E chove lá fora

. E chove lá fora Cada pingo me faz lembrar Te quero agora Onde meu amor está? E chove lá fora E aqui dentro nada Chove lágrimas de saudade Que sinto da minha amada Mas, se a chuva parar Não … Continuar lendo

Publicado em Poesias | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Só Sonhei

. Fechei meus olhos Pensando no meu amor Assim, sonhando, Não o vi quando passou .

Publicado em Poesias, Rapidinhas | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Brêu

. Vejo tudo se apagar agora Só escuridão. Nada Nada mais me guia Nada mais eu vejo A luz da minha vida se apagou Estou perdido. Não Não me deixe Não vá, por favor. .

Publicado em Poesias | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

Você

. Você é como um arco-íris Enfeitando o céu Depois de um acinzentado temporal. Você é como o Sol No domingo de manhã Refletindo o amarelo nas ondas do mar. Você é como as nuvens, Brancas como algodão, Contrastando com … Continuar lendo

Publicado em Poesias | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Pranto

. Cansei-me De seu verso encanto Não mais quero Ser seu valho pranto Der sentido sem pedido Ter retido em castigo Ver detido em perigo Ser tolido sem ouvido Cansei-me Não mais me drogar Nem rogar por uma farpa Sua … Continuar lendo

Publicado em Poesias | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Vivi

. Vivi por amar Vivi Vivi para amar Vivi Vivi por amor Vivi Vivi por amar Vivi Vivi para amar Vivi Por Vivi, amei. .

Publicado em Poesias | Marcado com , , | Deixe um comentário

Presença Utópica

. Ah! Se eu pudesse estar aí agora Cochichar em seu ouvido e ir embora Já seria um homem mais feliz Só de tocar seu rosto, seu nariz Ouvir sua respiração Sentir seu coração Sua voz escutar E fazer o … Continuar lendo

Publicado em Poesias | Marcado com , , , | Deixe um comentário