(Des)conto de Fadas

.

Era uma vez… um reino muito bonito! E distante.
Vivia ali uma jovem que adorava ir até o bosque e passear entre as árvores observando cada ser, escutar os pássaros cantando e observar o colorido das borboletas. Fazia isso todos os dias. E todas as vezes que ia até lá, sentava nas margens do lago para admirar seu rosto refletido nas águas. E com razão, pois ela era realmente bela.

Foi em um desses passeios que, sentada perto do lago, a mocinha ouviu uma voz.

– Quem fala? – perguntou.

– Eu. Aqui embaixo! – respondeu a voz.

– Onde?

Ela olhou e nada viu. E mais uma vez, a voz chamou:

– No lago, em cima da pedra.

– Você?!?! Mas… você é um sapo! – e, com certo nojo, a jovem começou a correr quando foi interrompida pelo anfíbio.

– Ei! Espere! Volte aqui! Preciso de sua ajuda.

Curiosa ao extremo, ela voltou. Até mesmo porque tinha achado bastante engraçadinho aquele sapo estranho. Ele continuou:

– Eu era um príncipe, herdeiro de um reino muito rico. Certa vez, não cumpri com as promessas que fiz para uma bruxa. A bruxa má me enfeitiçou. Agora estou preso no corpo desse sapo. Só o beijo de uma princesa, de uma única princesa, aquela com quem devo me casar, poderá reverter o feitiço e me salvar!

– Eu? Eu não… Nunca que eu beijo um sapo!

– Por favor… me beije! Eu imploro!

E insistiu. Ela acabou aceitando. Mais mesmo por achar interessante a experiência de beijar um sapo do que ajudar o infeliz.

Deu um beijo e nada aconteceu.

Deu outro beijo e nada de transformação.

O terceiro e o sapo continuava sapo.

No fim, eles nem ligaram mais. Gostavam um do outro dessa forma:
Ele, um feio sapo falante e mentiroso. Ela, uma falsa princesa bela que beija mal. Nem precisariam se casar.

E foram felizes para sempre…

.

* (Des)conto de Fadas inaugura uma série de textos que contam uma
versão um pouco diferente (mais real?) dos habituais
contos de fadas...
Anúncios

Sobre henrique

Quando nada existia... quando tudo era impossível... Em meio ao imenso vácuo deixado pelo mar de coisas... Quando já absorto de fartas esperanças... ... eis me aqui!
Esse post foi publicado em Desconto de fadas, Textos e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s