Arquivo do mês: dezembro 2010

O Plano

. Seus cabelos começaram a ficar brancos quando ainda era muito novo. Aos 35, já vestia uma coroa branca como neve. Por sorte (ou azar) não ficou careca como seu pai, mas raspava sempre, não deixando um fio branco sequer. … Continuar lendo

Publicado em Contos, Textos | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

O Teste

. Assim que a conheceu, cumprimentou e deu um forte abraço, daqueles difíceis de largar, por um bom tempo. Ela achou estranho demais, mas preferiu não comentar. Ele queria ter certeza. Admitia um cabelo comprado, mas nunca peitos comprados. .

Publicado em Crônicas, Rapidinhas | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

O Último Sinal

Era exatamente 19h47min quando José Vicentino de Souza Santos viu, pela última vez, aquele semáforo vermelho se abrir.

Publicado em Crônicas, Textos | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário