Lá Também Estou

.

Feche os olhos
Imagine que não há nada
E lembre-se,
Tudo que você precisa
Sou eu

Mergulhe numa profunda escuridão
Um enorme nada
É difícil imaginar
Você pode até tentar,
Mas não quando eu estiver lá

Agora, pense que só há você
Nada se vê, nada se ouve
Apenas seu coração.
Não é fácil estar sozinho
Pois é lá que estou

Pense então na menor coisa que conhece
E imagine que só ela exista
Não dá pra pensar que está perdida,
Lá também estou.

Mesmo que essa coisinha também não existisse,
Embora tão grande seja esse nada
Estarei lá
Pois se sou tudo, sou também o nada.

Pode até abrir seus olhos
Procurar em tudo
Que da sua boca se ouvirá:
“É impossível pensar em nada
Sabendo que Deus é tudo!”

.

Anúncios

Sobre henrique

Quando nada existia... quando tudo era impossível... Em meio ao imenso vácuo deixado pelo mar de coisas... Quando já absorto de fartas esperanças... ... eis me aqui!
Esse post foi publicado em Poesias e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s